Pesquisar
Close this search box.

Beneficiários bloqueados no Bolsa Família precisam pagar o consignado do Auxílio Brasil?

Um grande número de pessoas, cerca de 104 mil, que recebiam o Bolsa Família e tinham dívidas com o consignado do Auxílio Brasil, tiveram o benefício suspenso após uma revisão do cadastro pelo governo.

Essa medida foi tomada devido a irregularidades encontradas no recebimento das parcelas, mas o governo está buscando soluções para ajudar essas pessoas afetadas.

A investigação do cadastro resultou na exclusão de 1,4 milhão de beneficiários do Bolsa Família, incluindo os 104 mil que tinham empréstimos consignados descontados diretamente da folha de pagamento do benefício. Agora, essas pessoas correm o risco de ficar endividadas sem renda para pagar suas dívidas.

A inadimplência pode trazer consequências graves para a vida financeira das pessoas, incluindo a dificuldade em obter crédito no futuro e a negativação do CPF. Portanto, é importante buscar soluções para quitar a dívida, como renegociação, busca por novas fontes de renda ou redução de gastos.

Exemplo AMP

É necessário quitar as dívidas do consignado do Auxílio Brasil após suspensão do Bolsa Família?

Embora tenha havido especulações sobre o perdão da dívida do consignado do Auxílio Brasil, essa ideia não foi cogitada pelo governo, pois poderia afetar negativamente os recursos dos bancos e os contratos firmados.

No entanto, o programa Desenrola Brasil, que será lançado em breve, poderá auxiliar na renegociação das dívidas, incluindo as parcelas do consignado do Auxílio Brasil. O governo está empenhado em encontrar soluções para ajudar esses ex-beneficiários do Bolsa Família afetados pelo corte do benefício.

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.